segunda-feira, 20 de julho de 2009

CULTURA EM FOCO


Projeto Boi de Encantado promove apresentação dupla do Bumba Boi Garotos do Cruzeiro

Na próxima sexta feira (24), o público maranhense terá duas chances de conferir o trabalho do Bumba Boi Garotos do Cruzeiro, formado por crianças e adolescentes do Ponto de Cultura Fanti Ashanti: primeiro às 15h na Casa de Nhozinho localizada na Praia Grande e em seguida, às 19h, na sede do Boi da Floresta, na Liberdade. Na oportunidade, dois dos maiores mestres populares da cultura maranhense estarão presentes, Pai Euclides e Mestre Apolônio.

Premiado em 2008 pela Funarte no Prêmio Interações Estéticas, que promove residências artísticas em Pontos de Cultura, o projeto Boi de Encantado da musicista e pesquisadora paulistana Renata Amaral promoverá as apresentações como parte integrante do trabalho que incluiu ensaios, oficinas de música, dança e bordado, audições e exibições de vídeo, coleta de depoimentos e memórias de Pai Euclides e organização do acervo da casa.

Todo esse trabalho obteve como produto final, além das apresentações, a gravação do CD do Bumba Boi Garotos do Cruzeiro. O CD, gravado este mês, é um registro inédito que inclui mais de 20 toadas representativas dos 56 anos de atividades do Boi, compostas por Pai Euclides e seus encantados, e será finalizado e lançado ainda este ano.

Sobre Pai Euclides e o Ponto de Cultura Fanti Ashanti

O grupo de Bumba Boi Garotos do Cruzeiro é do Boi de Encantado, criado em 1953 a pedido do encantado Corre Beirada, que se manifesta em Pai Euclides.

A Casa Fanti Ashanti, fundada em 1958, é hoje um dos centros afro religiosos mais importantes em atividade no Brasil, referência da influência jeje no país e tema de estudos, teses e artigos de inúmeros pesquisadores. Tendo se tornado Ponto de Cultura em 2006, a Casa cultiva diversas tradições sagradas e profanas como o Tambor de Mina, Candomblé, Pajelança, Baião de Princesas, Samba Angola, Mocambo, Tambor de Crioula, de Taboca, Canjerê, Bumba Boi, Festa do Divino e vários outros. Pai Euclides, sacerdote chefe deste terreiro, tem 8 livros publicados sobre as religiões afro brasileiras, e acumula diversos prêmios na área, incluindo a Ordem do Mérito Cultural e recentemente o prêmio Culturas Populares do Ministério da Cultura.

Sobre Renata Amaral

Musicista e pesquisadora, bacharel em Composição e Regência pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Realiza um amplo trabalho de criação de espetáculos, arte-educação e produção cultural, tendo produzido mais de 30 CDs e documentários de cultura popular tradicional nos últimos 10 anos, incluindo os CDs e DVDs dos Bois de Maracanã e Cururupu no Maranhão. Cultiva com a Casa Fanti Ashanti laços profundos de amizade e colaboração que já resultaram em diversos documentários e CDs da Casa como Tambor de Mina na Virada para a Mata, Tambor de Mina Raiz Nagô, Canjerê na Casa Fanti Ashanti, Tambor de Crioula de Taboca e o disco Baião de Princesas, parceria musical da comunidade da Fanti Ashanti com a Barca, grupo que integra como contrabaixista e cujos projetos coordena.


SERVIÇO:

Data: 24 de julho – sexta feira
Horário: 17h
Local: Casa de Nhozinho
Endereço: Rua Portugal, 185 - Praia Grande
ENTRADA FRANCA

Data: 24 de julho – sexta feira
Horário: 19h
Local: Sede do Boi da Floresta
Endereço: Rua Tomé de Souza, 101 – Liberdade
ENTRADA FRANCA
Fonte: Asscom da Casa de Nhozinho
Fotos: Márcio Vasconcelos

Nenhum comentário: