sábado, 25 de julho de 2009

OPORTUNIDADE EM FOCO

FUNC recebe inscrições para XXXII Concurso Cidade de São Luís até segunda


A Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func), prorrogou o prazo de inscrições para o XXXII Concurso Literário e Artístico "Cidade de São Luís". Agora, a data limite será o dia 27 de julho.

As inscrições serão recebidas até segunda (27), no horário de 14h às 19h, mediante entrega dos trabalhos com o devido preenchimento da ficha de inscrição, conforme as regras do regulamento.

O Concurso Literário e Artístico "Cidade de São Luís" é de caráter competitivo e classificatório, aberto a seis gêneros artísticos e literários de obras em língua portuguesa inéditas (exceção para os trabalhos de jornalismo) de autores maranhenses ou comprovadamente radicados há pelo menos um ano em no Estado.

As categorias concorrentes estão distribuídas assim: 1) Prêmio Aluízio Azevedo - para obra de ficção, compreendendo novelas e romances; 2) Prêmio Antonio Lopes - para obra de erudição; 3) Prêmio Sousândrade - para livro de poesia; 4) Prêmio Zaque Pedro - para pintura e escultura; 5) Prêmio Inácio Cunha - para música; 6) Prêmio para jornalismo.

O concurso terá uma comissão composta por membros de reconhecida competência intelectual e artística para julgamento das obras. O comitê terá, no máximo, 45 dias para a apreciação das obras de literatura, a partir do término do período de inscrições. Na premiação, haverá a entrega de troféus, de acordo com suas categorias.

A Fundação Municipal de Cultura fica na rua Isaac Martins, nº 141, Fonte do Ribeirão, Centro.
Fonte: SECOM

REGULAMENTO DO CONCURSO LITERÁRIO E ARTÍSTICO “CIDADE DE SÃO LUÍS”
A Prefeitura de São Luís, através da Fundação Municipal de Cultura – FUNC, e sua Assessoria Técnica, objetivando descobrir, divulgar e premiar valores artísticos e culturais do Maranhão abrirá inscrições no período de 22 de junho a 17 de julho de 2009 para o XXXII Concurso Literário e Artístico “Cidade de São Luís”, cujas normas encontram-se neste Regulamento.
1 – DOS PARTICIPANTES:
O Concurso Literário e Artístico “Cidade de São Luís” é de caráter competitivo e classificatório, aberto a 6 (seis) gêneros artísticos e literários de obras em língua portuguesa e inéditas (exceção para os trabalhos de jornalismo), de autores maranhenses ou comprovadamente radicados a pelo menos 1 ano no Estado.
2 – DAS CATEGORIAS:
O Concurso Literário e Artístico “Cidade de São Luís” terá as seguintes categorias e prêmios, assim distribuídos:
2.1 – Prêmio Aluízio Azevedo: para obra de ficção, compreendendo novelas, romances, contos, peça teatral e literatura infantil;
2.2 – Prêmio Antonio Lopes: para obra de erudição, compreendendo crítica literária e pesquisa folclórica;
2.3 – Prêmio Sousândrade: para livro de poesia;
2.4 – Prêmio Zaque Pedro: para pintura e escultura;
2.5 – Prêmio Inácio Cunha: para pesquisa na área musical, que resgate a memória de artistas maranhenses.
2.6 – Prêmio para jornalismo: para trabalhos comprovadamente apresentados em qualquer setor das atividades jornalísticas.
3 – DAS CONDIÇÕES
3.1 – Não poderão participar do Concurso membros da Comissão Julgadora e funcionários da FUNC e de órgãos a ela ligados.
3.2 – ÁREA DE LITERATURA
3.2.1 – As obras inscritas no concurso deverão se apresentar encadernadas, encapadas, em folha de papel A4, com máximo 200 (duzentas) laudas, sem identificação do autor (apenas pseudônimo).
3.2.2 – Caso haja qualquer ilustração, a cópia deverá ser anexada aos originais da obra no ato da inscrição.
3.2.3 – A cada categoria inscrita, o concorrente deverá apresentar 3 (três) vias de cada obra. 3.2.4 – O concorrente deverá anexar a cada obra inscrita um envelope pequeno lacrado contendo na parte externa o nome da obra, a categoria e o pseudônimo do autor. Na parte interna o nome da obra e os dados pessoais do autor (nome, endereço, telefone, RG e CPF) para identificação após julgamento. 3
3.3 – ÁREA DE JORNALISMO
3.3.1 – Os trabalhos inscritos deverão ser sobre a temática “São Luís Capital Brasileira da Cultura” e ter sido comprovadamente apresentados em qualquer setor das atividades jornalísticas até a data de encerramento do período de inscrições.
3.3.2 – Cada obra deverá ser organizada de acordo com as regras contidas no sub-item
3.2.1 do item 3 deste regulamento, podendo ser ou não acompanhada de material fotográfico.
3.4 – ÁREA DE ARTES PLÁSTICAS
3.4.1 – As obras serão inscritas, devidamente identificadas (modalidade, pseudônimo, título, data, técnica, dimensões da obra).
3.4.2 – As obras não poderão ser retiradas antes da proclamação do resultado.
3.5 – ÁREA DE MÚSICA
3.5.1 – Serão considerados as obras de pesquisa na área musical, que resgatem a memória de artistas maranhenses.
3.5.2 - Cada obra deverá ser organizada de acordo com as regras contidas no sub-item
3.2.1 do item 3 deste regulamento, podendo ser ou não acompanhada de material fotográfico.
4 – DAS INSCRIÇÕES
4.1 – As inscrições terão início no dia 22 de junho de 2009 e encerrarão no dia 17 de Julho de 2009
4.2 – As inscrições serão feitas na Fundação Municipal de Cultura, na Coordenação de Eventos Comunitários, situada à rua Isaac Martins, nº 141, Centro, em frente à Fonte do Ribeirão, no horário de 14hs às 19hs de segunda a quinta-feira e das 8:30 às 14hs na sexta-feira, mediante entrega dos trabalhos com o devido preenchimento da ficha de inscrição, conforme as regras deste regulamento.
4.3 – A entrega das peças dos candidatos concorrentes à categoria Artes Plásticas deverá ser feita à rua do Ribeirão, nº 385, na Galeria Zaque Pedro, no período de 1º a 15 de Julho de 2009.
4.4 – As inscrições feitas por terceiros só poderão ser realizadas mediante procuração do autor registrada em cartório.
5 – DA SELEÇÃO
5.1 – O Concurso terá uma comissão julgadora composta por membros de reconhecida competência intelectual e artística para julgamento das obras.
5.2 – A comissão obedecerá aos critérios estabelecidos anteriormente pela Fundação Municipal de Cultura para julgamento das obras.
5.3 – É de competência da Fundação Municipal de Cultura indicar os candidatos a membros da Comissão Julgadora.
5.4 – A Comissão terá no máximo 45 (quarenta e cinco) dias para o julgamento das obras, a partir do término do período de inscrições.
6 – DA PREMIAÇÃO
6.1 – O concurso terá como premiação a concessão de troféus e um prêmio para cada categoria no valor de 3 (três) mil reais e publicação das obras contempladas pelos prêmios Aluízio Azevedo, Antonio Lopes, Sousândrade e Inácio Cunha.
6.2 – A Comissão Julgadora poderá ainda conceder menção honrosa aos estilos literários que não forem contemplados dentro de suas categorias, podendo resultar na publicação destes, caso julgue procedente.
7 – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
7.1 – Feito julgamento e proclamados os vencedores, os prêmios serão entregues em data a ser definida pela Coordenação de Eventos Comunitários – FUNC, com divulgação na imprensa local.
7.2 – Todos os trabalhos premiados pertencerão ao arquivo da Fundação Municipal de Cultura – FUNC, sendo tombados pelo setor competente da Instituição, o que não impede o uso da obra para reproduções por parte do autor.
7.3 – A inscrição do candidato implicará na aceitação plena do presente regulamento.
7.4 – O prazo máximo para a devolução dos trabalhos de literatura não classificados é de 30 (trinta) dias a partir da divulgação do resultado bem como da entrega dos certificados é de 40 (quarenta) dias a partir da data da premiação. Para os trabalhos da área de artes plásticas, o prazo para devolução será de 30 (trinta) dias após o encerramento da premiação. Após esse prazo, a peça passará a fazer parte do acervo da Fundação Municipal de Cultura – FUNC.
7.5 – As despesas para aplicação deste regulamento ocorrerão por conta de verba própria consignada no orçamento da Fundação Municipal de Cultura – FUNC.
7.6 – O Concurso terá uma Coordenação designada pelo Presidente da Fundação Municipal de Cultura e constituída por técnicos da Fundação.
7.7 – A Fundação Municipal de Cultura reserva-se do direito de não realizar o julgamento e, conseqüentemente, a premiação das categorias que apresentarem número de inscrições inferior a cinco.

Nenhum comentário: