quinta-feira, 27 de maio de 2010

Blog em foco

Encerrando a Série TOP BLOG, o Ensaios em Foco aponta que a ferramenta blog é de fato um dos novos meios de exercício da liberdade de expressão. Nossos entrevistados mostraram que existem várias formas diferentes de expor produção e pensamento na web e que nesse sentido, blogs são espaços bastante democráticos. Para fechar a série, falamos agora de uma questão polêmica que envolve a forma de produção desses espaços. Existe realmente a necessidade de profissionalizar quem decide escrever o que pensa nesse mundo chamado blogosfera? Pois bem, jornalistas e blogueiros entraram na mira dessa questão...

Por Talita Guimarães

Blogs, voz para busca da democracia

Em 2008, o Ensaios em Foco publicou uma postagem comentando a polêmica comparação entre blogueiros e jornalistas. A questão, levantada em reportagem da Revista Imprensa (nº 238, Setembro, 2008), discutia se a prática empregada na produção de blogs estaria próxima da prática jornalística e se por isso, blogueiros que mantinham espaços de qualidade, poderiam ser classificados como profissionais do Jornalismo, ainda que não tivessem formação na área.

Pois bem, quando o assunto envolve blogs, blogueiros e liberdade de expressão, algumas considerações devem ser feitas antes de conclusões precipitadas. Em primeiro lugar, é preciso considerar que escrever bem e articular ideias de forma coerente não deve ser uma prática restrita a pessoas que tenham formação em Comunicação Social. Trata-se de um conhecimento desejável a todos, independente da profissão. Em segundo lugar, deve-se lembrar que chamamos de jornalista, o profissional habilitado para trabalhar com a informação, seja ela por via impressa, on line, televisiva ou radiofônica. Seja dentro de uma redação, estação de rádio, estúdio de TV, assessoria de comunicação ou mesmo de casa, da rua, do shopping, de onde quer que esteja acontecendo aquilo que tem potencial para virar notícia e de onde este profissional tenha uma plataforma para difundir essa informação. Quem atua na área, sabe que ser jornalista implica em uma carga de conhecimento teórico e prático, entre técnicas de noticiabilidade, manuais de redação e um código de ética profissional que só pratica quem está dentro do ramo. Existe um conjunto de especificidades que caracterizam um profissional como jornalista.

Sendo assim, manter um blog, bom que seja, não significa necessariamente ser jornalista nem fazer jornalismo. O que não impede, entretanto, que jornalistas tenham blogs de caráter mais opinativo e blogueiros produzam postagens de conteúdo informativo. O que há de comum entre esses agentes de propagação de conhecimento é a chance de produzir conteúdo de qualidade usufruindo de uma mídia livre, a qual todos têm direito.

Blogueiros e blogueiros...

Fato é que, ainda hoje, jornalista ou não, blogueiros tem ocupado um espaço interessante de promoção de debates e trazido a tona o direito de todos terem acesso a rede e a utilizarem para expor ideias classificadas como livres. Assim, a rápida propagação das mídias livres, assim como das redes sociais, já gerou todo tipo de opinião. E já chamou a atenção tanto da imprensa, quanto da sociedade em nível mundial para questões e direitos que são violados no mundo real.

Exemplos não faltam. Quem nunca ouviu falar na cubana Yoani Sanchéz? Pois bem, a premiada articulista do portal "Desde Cuba" mostrou ao mundo a difícil realidade vivida na ilha de sistema socialista através das postagens no blog Generacion Y. Com isso, Yoani foi eleita uma das cem pessoas mais influentes do mundo pela revista Time em 2008 e o seu Generacion Y entrou no Top 25 blogs no mundo. Para completar, no mesmo ano a blogueira ganhou o prêmio Ortega Y Gasset na categoria trabalho digital. Atualmente, além do blog, a cubana assina a coluna Vox na Revista Imprensa, publicação brasileira da Imprensa Editorial que publicou a reportagem de capa "Blogueiro não é Jornalista" em setembro de 2008. Na mesma época, o Portal Imprensa realizou uma enquete com internautas fazendo a seguinte pergunta "Na sua opinião, blogueiros podem ser considerados jornalistas?". O resultado foi que 76% dos internautas disseram que NÃO, blogueiro não é jornalista. Apenas 24% opinaram que quem faz blog pode ser chamado assim. E apesar diso tudo, quer um detalhe? Yoani Sanchez não é jornalista. É formada em Filologia.

Mas não precisamos ir longe para encontrar blogs de notoriedade produzidos por jornalistas. No Brasil, pertence ao jornalista político Ricardo Noblat um dos blogs mais visitados do país. O Blog do Noblat é o mais antigo blog de notícias políticas do Brasil e um dos mais visitados por postar informações apuradas com o rigor do jornalismo sobre o cenário mais acalorado do país, direto de Brasília.
Desta forma, entende-se que na blogosfera o que determina a qualidade da produção não é o fato do blogueiro ser ou não um profissional da Comunicação. Como mídia livre, o blog pode e deve ser usado por todo cidadão que se sentir apto a reunir domínio da língua, criatividade e vontade de expor ideias, opiniões, pensamentos e sim, infomação em um espaço próprio para democracia. Blogs são a voz democrática na rede. E nesse sentido, todos devem ter o direito de blogar.
Assim, o Ensaios em Foco conclui a série de postagens sobre blogs, blogueiros e o Prêmio Top Blog que reconhece quem faz a blogosfera. Desejamos boa sorte a todos os blogueiros que concorrem nesta segunda edição e pedimos que mais internautas entrem na rede de blogs conscientes. E vamos votar, pessoal! Por uma blogosfera democrática!

Links Série TOP BLOG

Portal TOP BLOG

http://www.topblog.com.br/hotsite2010/

http://www.topblog.com.br/2010/index.php?pg=Regulamento


Blog Pixel com Café - Entrevista com ganhador da categoria Tecnologia em 2009

http://www.pixelcomcafe.com/2010/04/inscricoes-abertas-para-o-premio-top-blog-2010


Blogs dos entrevistados pelo Ensaios em Foco


-Eduardo Trindade


http://www.edutrindade.com

http://cartas.edutrindade.com

- Saulo Galtri

http://www.clubedoscachos.blogspot.com


-Mariany Carvalho e Gildson Souza

http://www.badu-laques.blogspot.com


- Marcos Atahualpa


http://www.secosarcasticosimpatico.blogspot.com


- Rafael Sperling


http://www.somesentido.blogspot.com


http://www.descemaisum.blogspot.com


Blogueira Influente


-Yoani Sanchez


http://www.desdecuba.com/generaciony


Jornalistas que blogam


- Ricardo Noblat


http://oglobo.globo.com/pais/noblat


- Blog da equipe de jornalistas do Portal/Revista Imprensa

http://blogimprensa.blog.uol.com.br/

3 comentários:

[M]. Atahualpa disse...

Tu me conheces e sabe que eu não sou de coçar o saco de ninguém, mas, pra essa tua postagem eu dou o braço a torcer e não faço bico!

Apenas é suficiente dizer que concordo contigo sobre tudo que foi escrito e esmiuçado aqui.

Tanto eu, como tu, estudamos jornalismo e já atuamos na área, possuímos blog com conteúdos adversos, mas o interesse em expor e obter feed back é o mesmo.

Enfim, mais uma vez, eu gostei demais do que li. Texto com linguagem simples, inteligente, coesa e temática pra lá de interessante.

Paz aê broto ^^

Eduardo Trindade disse...

Está excelente a argumentação. É claro que há jornalistas que são blogueiros e blogueiros que são jornalistas (há até engenheiros que são sonhadores...), mas uma coisa nem sempre implica a outra. Assim como há casos em que o mérito do blogue é justamente proporcionar uma discussão sem a sisudez que estaria presente em outros espaços.

Mary Carvalho disse...

Parabéns pelo texto, Talita!
Decidir se blogueiros são jornalistas ou não realmente ainda é algo difícil, uma vez que, como você falou no seu texto, existem exemplos variados e blogs bem-sucedidos administrados por pessoas que sequer são jornalistas. Mas não há dúvida sobre a importância e força desta ferramenta, pois ela permite de forma dinâmica o compartilhamento de informações e ideias para um bom número de pessoas. É um recurso que merece ser melhor explorado e divulgado.
Abraços!