terça-feira, 25 de outubro de 2011

RECITAL EM FOCO

Projeto Música e Memória apresenta violonista Márcio Boás

A Escola de Música do Estado do Maranhão (Emem) e o Museu Histórico e Artístico do Maranhão (MHAM) apresentam, na próxima quinta-feira (27/10), o violonista Márcio Boás em recital de violão integrante do Projeto Música e Memória.

O recital contará com as participações especiais do tenor Saulo Galtri (Capela Brasileira) (foto à esquerda), a Orquestra de Câmara da EMEM, as bailarinas Sandra Oka e Tatia
ne Soares, além dos violonistas Mosaniel Ribeiro e Roberto Fróes.

O Projeto Música e Memória é uma parceria firmada entre a Emem e o MHAM, com recitais realizados sempre na última quinta-feira do mês no Teatro Apolônia Pinto, no Museu Histórico e Artístico do Maranhão, a partir das 19:30h. A entrada é franca.

Sobre o violonista - Márcio Aragão Boás começou a estudar violão em 2003 com um violonista do seu bairro. Em 2004, matriculou-se na Escola Extensionista de Canto Coral (ECCO), no Palacete Gentil Braga, onde teve aulas de violão, teoria musical e história da música, com os professores Daniel Bertholdo, ZéliaMathias e Alberto Dantas. No ano seguinte, ingressou na Escola de Música do Estado do Maranhão “Lilah Lisboa de Araújo” (EMEM). Durante esse período participou do Madrigal da EMEM como cantor e regente (2005-2009), e da Orquestra de Violões. Foi um dos fundadores da Camerata Mohana de Violões, juntamente com Daniel Bertholdo e Adam Cantanhede. Com esta realizou várias apresentações pela cidade de São Luís, fazendo um trabalho de divulgação da música erudita e da música brasileira para a formação de quarteto e trio de violões. Como solista participou de vários recitais, desde o seu primeiro ano na escola, assim como em outros espaços de concerto da cidade. Participou do Festival Nacional de Violão do Piauí em 2009, onde participou de master-classes de violonistas renomados como Fábio Zanon, Ana Vidovic, Marco Pereira, Sebastião Tapajós e Gilson Antunes. É aluno do último período do curso de Licenciatura em Música da Universidade Federal do Maranhão, onde realiza pesquisas sobre Musicologia Histórica e Etnomusicologia. Dentre seus professores de violão, destacam-se Antonio de Jesus e Roberto Froes, sendo este último grande contribuidor para seu amadurecimento e crescimento técnico e interpretativo.

Depois de formado pela EMEM e pela UFMA, pretende conciliar a vida de pesquisador, músico solista e de grupo, com a carreira de professor de música.


O que: Projeto Música e Memória (Recital de Violão com Márcio Boás)
Onde: Teatro Apolônia Pinto (Museu Histórico e Artístico do Maranhão) - Rua do Sol, 302, Centro, São Luís-MA
Quando: 27/10/2011, a apartir das 19h30




quarta-feira, 12 de outubro de 2011

INFÂNCIA EM FOCO



"...cuidado para não desperdiçar, na criança, os bens inestimáveis cujo esplendor nunca mais conhecerá" (Célestin Freinet)


O educador francês, autor da citação acima, dizia que as crianças precisam de pão e rosas. Defendia que a educação precisa estar intimamente conectada às mentes e aos corações dos pequeninos para lhes fazer real sentido. Gosto especialmente de Freinet pelo cuidado com que sua obra, direcionada a educadores de toda ordem, fala da infância.


Neste 12 de outubro, Ensaios em Foco presta uma singela homenagem à infância. Para nunca deixarmos de alimentar o que nos resta de infantil, com pão, rosas e a poesia do que nos dizem os pequeninos.



O ônibus corta a estrada e o menino, sentado ao lado de uma senhora de meia idade, corre o dedo indicador pela janela. Imagina na verdade acompanhar com a ponta do dedo um avião que corta o céu bem lentamente. E o menino vai acompanhando o pássaro de aço escorregando o dedinho pelo vidro, a mãe alheia à cena. Subitamente ele congela, olhos fixos no voo, dedo colado ao vidro. Uma virada rápida para a mulher ao seu lado e uma pergunta certeira:


"Ali já é o céu?".

Feliz dia das crianças!